Quando você vai ao mercado, açougue, boutique de carnes ou até mesmo compra suas marmitas congeladas, já ocorreu de se deparar com produtos utilizando embalagens com etiquetas borradas, descolando ou até mesmo esfarelando? Pois se você trabalha ou vai começar um negócio com alimentos congelados, resfriados ou úmidos, saiba que não é qualquer etiqueta que vai suprir suas necessidades com qualidade. E se você não tomar as devidas precauções, isso pode prejudicar bastante seu empreendimento. A seguir, seguem algumas dicas para você ficar atento e se resguardar de possíveis transtornos e prejuízos financeiros relacionados à etiquetas para alimentos congelados.

1- Cuidado com etiquetas produzidas em papel! 

Dê preferência para etiquetas plásticas. O valor da etiqueta plástica pode parecer um pouco mais caro de início, mas o valor agregado é indiscutível e vamos explicar o porquê. A maioria das etiquetas que você encontra por aí na internet são etiquetas que foram produzidas em papel. Seu preço é bem mais atrativo justamente por ser produzida em material mais barato. 

Contudo, se você arriscar comprar etiquetas e rótulos feitos em papel para colocar nos seus produtos congelados, resfriados ou úmidos, estes rótulos podem acabar craquelando e, consequentemente, esfarelando sozinho ou com um simples passar de dedo na etiqueta. Uma etiqueta para freezer, por exemplo, precisa aguentar a baixa temperatura para que, quando o cliente abrir a porta, consiga visualizar produtos bem embalados e com as informações legíveis. Já pensou em produzir seu produto, colocar em estabelecimentos para venda e quando o cliente chegar para comprar, suas etiquetas estão visivelmente feias e até com dificuldade de serem lidas? É bem provável que o comprador dará preferência para um produto concorrente seu ou para qualquer outro item disponível que esteja com a aparência bonita, chamativa, bem apresentável e legível.  

Com a PROMOM você não terá este tipo de problema. Você encomenda suas etiquetas sabendo que elas são produzidas em plástico poliestireno (o ideal para contato direto ou indireto com alimentos). Não trabalhamos com etiquetas em papel e garantimos a qualidade de nossos produtos.

2- Esteja atento ao tipo de cola utilizada nas etiquetas adesivas! 

Para as etiquetas adesivas usadas para embalagens de alimentos, você precisa se atentar para o tipo de cola utilizada na fabricação das etiquetas. Pense, por exemplo: será que você está comprando etiquetas para marmitas congeladas que irão aguentar baixas temperaturas e a umidade do ambiente frio? Tanto para quem está começando seu negócio quanto para grandes empresas como frigoríficos, estes são detalhes que precisam ser pensados para evitar prejuízos. Imagine você investir seu dinheiro em etiquetas que não irão ficar coladas nas suas embalagens por muito tempo. Visualize as etiquetas dos seus produtos todas no chão, pois se descolaram das caixas ou saquinhos plásticos dentro de uma câmara frigorífica. Imaginou o prejuízo? Ou pense também no transtorno de ter que ficar tentando apertar sua etiquetinha da sua marmita congelada para ela não se soltar até você entregar pro cliente? Saiba que adesivos e colas não são todos iguais e é por isso que situações como estas ocorrem. Para fazer etiquetas para alimentos congelados, resfriados ou úmidos, é necessário que o fabricante utilize uma cola específica para estas temperaturas. Aqui na PROMOM garantimos que nossas etiquetas adesivas suportam temperaturas de até -40◦ graus, utilizamos cola acrílica com excelente gramatura e que também possui propriedades atóxicas. 

3- Cole suas etiquetas adesivas na embalagem seca, limpa e
em temperatura ambiente! A embalagem do seu produto deve receber a etiqueta
adesiva da PROMOM antes de ir para o resfriamento ou congelamento. Se você for
colar sua etiqueta com a embalagem já congelada ou úmida, o resultado de
aderência não será o mesmo, em nenhuma caixa, pote, sacola ou saco. E se a
embalagem já estiver com cristais de gelo você talvez não consiga sequer colar
as etiquetas. Caso seu produto já esteja úmido ou resfriado é necessário que a
superfície onde o adesivo será colado seja seca e limpa. Em processos manuais
isso pode ser facilmente feito com um pano e em processos industriais, em maior
escala, existem secadores que podem solucionar esta questão.

 

 

Tem mais alguma dúvida? Entre em contato conosco. A equipe
PROMOM está sempre disposta a ajudar e buscar soluções para seus clientes e
suas necessidades. Há mais de 45 anos no mercado atendendo e produzindo com
qualidade e responsabilidade.

 






    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *